• O Programa
  •     Apresentação

        Linhas de Pesquisa

        Inserção Regional

        Estrutura Curricular

        Corpo Docente

        Corpo Discente

        Infra-Estrutura

        Calendário

        Seminários e Palestras

        Banco de Dissertações

        Banco de Teses

  • Notícias
  • Defesas
  •     Qualificação

        Dissertação

        Tese

  • Inscrições
  •     Processo Seletivo

        Material de Apoio

        Resultados

  • Pesquisa
  •     Projetos

        Produção Docente

        Produção c/ Discentes

  • Documentos Úteis
  •     Para Docentes

        Para Alunos

  • Transparência de Recursos
  •     PROAP - CAPES

        PROAP - UFPB

  • Contato
  • Mestrado e Doutorado

    O Programa de Pós-Graduação em Modelos de Decisão e Saúde stricto sensu possui caráter interdisciplinar, envolvendo as áreas de Ciências Exatas e da Saúde, notadamente docentes dos Departamentos de:

    Estatística; Informática; Nutrição; Enfermagem em Saúde Pública e Psiquiatria; Enfermagem Médico Cirúrgica e Administração; Fisioterapia; Fisiologia e Patologia; Psicologia e Clínica e Odontologia Social.

    Este Programa caracteriza-se pela pesquisa de metodologias para a tomada de decisão em saúde, baseada em informações ou dados, sejam eles qualitativos ou quantitativos, visando a sua utilização no gerenciamento, análise e tomada de decisão sobre processos de Saúde Pública. Visa-se uma política diferenciada, na medida que há prioridade na formação de recursos humanos mais voltada para a compreensão e atuação dentro da realidade brasileira. Portanto, dentro deste contexto, este programa procura gerar um profissional mais atuante em um Estado onde se faz presente a necessidade de profissionais diferenciados e qualificados na área das Ciências da Saúde (ou das Exatas), mas que também inclua uma formação na área das Ciências Exatas (ou da Saúde), talhado para a tomada de decisões com embasamento teórico específico e com propriedade de conhecimento sobre o tema. Particularmente, esse profissional poderá atuar junto a hospitais, órgãos competentes municipais e mesmo estaduais de saúde, para uma gestão mais eficiente e profissional nas áreas de Saúde Pública. Não se pode esquecer, entretanto, que esse profissional poderá atuar também no ensino, incluindo especificamente a área interdisciplinar. Trata-se, portanto de uma medida estratégica para o desenvolvimento do ensino, aprendizado e pesquisa nas áreas de modelagem e tomada de decisão e saúde sob a ótica interdisciplinar, prioritariamente nas áreas das Ciências Exatas e da Saúde.

    Possuem o mesmo caráter interdisciplinar os projetos de pesquisas envolvendo os seus docentes e a própria atuação dos mesmos dentro da instituição. Esta concepção nasce das interações já existentes entre eles, envolvendo a tomada de decisões na área de saúde pública, baseada em informações originadas sobre dados quantitativos e qualitativos.

    O Programa de Pós-Graduação em Modelos de Decisão e Saúde, com área de concentração em Modelos de Decisão e Saúde é um programa Interdisciplinar cujo Mestrado foi aprovado pela CAPES, em 2008, com conceito 3 e reconhecido pela Portaria no. 590 de 18 de Junho de 2009 do Ministério da Educação, publicada no Diário Oficial da União no. 115 de 19 de Junho de 2009. O CNE homologou o Programa nesse nível através da Portaria MEC 1077, de 31 de agosto de 2012 publicada no Diário Oficial da União de 13 de setembro de 2012, Seção 1, página 25

    O nível de Doutorado foi aprovado pela CAPES, em 2011, com conceito 4.

    O Programa realiza seu Processo Seletivo anualmente para ingresso em março de cada ano e as suas atividades foram iniciadas em março de 2009.